O biodiesel pode criar um novo paradigma para o Brasil

Qual a relação entre Homer Simpson (Os Simpsons), Thomas Edison, Leonardo Da Vinci, Santos Dumond e um engenheiro cearense chamado Expedito Parente?

É estranha a forma como se constroem conceitos, paradigmas e crenças poplulares, o Brasil comemorou recentemente os 100 anos do vôo do 14 bis, fato histório, motivo de orgulho, mas incompleto.

Incompleto porque nosso grande herói não deu o devido valor à um instrumento fantástico: a patente. Santos Dumond abdicou do direito de registrar a patente do avião por motivos nobres, queria partilhar sua invenção com o mundo, gerando desenvolvimento.

Suicidou-se pouco tempo depois ao ver seu invento sendo utilizado para a guerra, mas houve uma outra implicação em seu ato, muito mais grave, muito mais duradoura: os brasileiros não acreditam em patentes.

Santos Dumond acreditava que a patente de seu invento impediria seu uso por terceiros e ele queria partilhar seu conhecimento, multiplicar o desenvolvimento que sua magnífica invenção poderia trazer, poderia ter patenteado o avião e licenciado para quem ele julgasse merecedor a tecnologia, sem custos.

Ao contrário do Brasil, nos EUA os grandes inventores são cultuados, o termo “patente” aparece frequentemente nas escolas, universidades, filmes e, até em desenhos animados.

Para quem não assistiu, vou dar uma síntese de um episódio do seriado “Os Simpsons”: Homer, o atrapalhado patriarca da Família Simpson criou uma cadeira com “funções adicionais” e logo tentou patenteá-la, mirou-se no exemplo de Thomas Alva Edison, grande inventor americano, detentor de muitas patentes, como o primeiro fonógrafo, o gramofone, a lâmpada incândescente e outra centena de inventos.

Homer listava as patentes de Edison e passou o episódio inteiro perseguindo o objetivo de igualar seu ídolo. No final, ao encontrar um documento em um museu, descobre que seu ídolo tinha, também, um outro grande inventor como ídolo: Leonardo DaVinci.

Um simples desenho animado, uma referência para as novas gerações, fonte de inspiração, qual será a mensagem percebida pelos milhões de jovens americanos que assistiram esse episódio?

Noutra oportunidade, assistindo o filme “Armagedon” com Bruce Willis, pude perceber outra nuance da forma que a “patente” é tratada nos EUA, no trecho do filme em que o ator Bruce Willis entra no hangar do exército ele encontra uma perfuratriz, patenteada por ele, que depois será usada para perfurar o meteoro que poderia destruir o planeta Terra, novamente pergunto, qual a mensagem que foi passada?

A resposta para os dois exemplos: “Se você for um inventor, será considerado uma pessoa importante, poderá ganhar dinheiro, sua família sentirá orgulho de você e , quem sabe, ainda poderá salvar o planeta!”

Quem sabe, se Santos Dumond tivesse patenteado seus inventos, hoje teríamos novelas no horário nobre falando sobre isso, quem sabe ainda teríamos exemplos na Malhação, novela adolescente que já revelou grandes talentos e serve como referencial para milhões de adolescentes e pré-adolescentes.

Mas ainda há tempo! Hoje temos um grande problema nas mãos: o aquecimento global, e uma alternativa que poderá auxiliar a mudar o rumo dessa história, quem sabe ajudar a salvar o planeta, o Biodiesel.

Mas quase ninguém tem falado nada sobre o inventor do Biodiesel, Expedito Parente, engenheiro cearense, detentor de algumas outras invenções, que foi renegado pelas autoridades quando apresentou seu invento, teve pouco apoio e hoje, recebe pequenas homenagens aqui ou ali.

É o momento de utilizar os meios de comunicação para construir um novo paradigma para o Brasil, falar sobre esses homens fantásticos que inovam diariamente, criando soluções muitas vezes tão significativas que mudam completamente o ambiente onde vivem.

No Brasil, a forma mais democrática de distribuir informação e fazer merchandising social são as novelas então, porque estamos perdendo tempo? Já se falou em preconceito contra gays, deficientes, portadores de necessidades especiais, agora é hora de incluir com universo do imaginário algo que possa transformar o Brasil na grande potência que desejamos.

Só nós, os brasileiros, podemos mudar nosso destino, mudar nossa forma de ver o mundo e construir um futuro do qual possamos nos orgulhar, comecemos hoje.

2
Page 103 of 114 «...8090100101102103104105...»