1 motivo pra registrar sua marca agora!

Eu já escrevi muitos artigos que ilustram dezenas (talvez centenas) de motivos para convencer o empresário a registrar sua marca. Já falei de questões envolvendo custos, imagem, marketing, posicionamento de marca, etc., mas acho que tudo que escrevi até hoje foi bobagem.

Com exclusividade, vou dar um único e indiscutível motivo para você que está ai enrolando, “se fazendo” de morto pra ganhar sapato novo, literalmente “ensebando” e fazendo cara de paisagem quando se fala em registrar a sua marca, um motivo tão forte, tão impactante, tão indiscutível, que você vai sair deste post direto para o nosso site pra solicitar o registro da sua marca.

Qual é esse motivo?

O que faria um “enrolão”, que está noivo há 12 anos, finalmente pedir a mão da sua noiva em casamento?

A ameaça de um belo par de chifres, certo?

E a marca? O que motivaria os milhares de indecisos do Brasil a correrem para registrar sua marca AGORA?

Sempre tem um filho da puta mãe prontinho pra fuder prejudicar você!

Leiam esse texto:

Se uma marca pouco conhecida no ramo de jeans não está registrada e eu registrá-la e daqui um ano eu processá-los por estarem usando a ‘minha’ marca?

Sim, eu recebi essa “consulta” hoje. Mas não é um caso isolado… tem crescido o número de “consultas” do tipo.

Esses dias eu estava no nosso atendimento on-line e uma pessoa perguntou mais ou menos assim:

Existe um restaurante no interior de SP que tem uns 30 anos, mas eles nunca registraram a marca, eu gostaria de registrar essa marca. Depois de registrada eu posso impedir que eles usem a marca? Posso processá-los? Poderia cobrar uma indenização nesse caso?

E eu perguntei: Deixa eu ver se entendi, você conhece um restaurante que usa uma marca a 30 anos e, como eles não registraram a marca até hoje, você quer PIRATEAR a marca deles, é isso?

E a pessoa do outro lado perguntou: Qual é a sua idade?

Eu: Porque?

Ele: Porque você é muito infantil pra fazer esse atendimento!

Eu: Qual a SUA idade?

Ele: 64

Eu: Você não se acha velho demais pra ficar pirateando a marca dos outros?

Ele acabou saindo do chat, não sei porque…

Você pode até estar achando engraçada essa história, mas garanto que quando for a SUA MARCA que um picareta desses estiver registrando, você não vai achar graça.

Os riscos naturais já são enormes, afinal, pode acontecer de alguém em outra cidade ou estado (ou até no mesmo bairro) ter a mesma ideia de um nome para um produto ou serviço e pedir o registro antes de você, só que agora existe o risco dos piratas profissionais, que ficam “catando” na internet, Facebook, Blogs, etc. marcas para piratear.

E eu garanto que eles nem precisam se esforçar muito para achar um “escritório” igualmente picareta para ajudá-los.

Além dos escritórios picaretas, os honestos também podem ser envolvidos em um caso desses, pense comigo:

Se eu não conheço a empresa, pesquiso no INPI e a marca está livre, não há má fé de minha parte em fazer o pedido para um cliente que me procure, certo?

Uma vez eu quase caí em uma armadilha dessas, um cliente nos procurou, mas POR ACASO identificamos que o logotipo dele era exatamente igual a de um evento focado no mesmo produto e que a agência de publicidade que havia “criado” o seu logotipo havia, na verdade, feito uma cópia escancarada de outro logotipo (crime de violação de direito autoral).

Era um personagem, bem estilizado, muito característico, não haveria a mínima possibilidade de “acaso” ou “coincidência”… Então o risco aumenta.

Bom, se você não entendeu a mensagem até agora, não vai entender mesmo, mas se percebeu o risco que está correndo, não perca tempo, registre a sua marca, porque os filhos da puta mãe, estão soltos por aí! Numa dessas um deles registra a SUA marca e ainda te processa por uso indevido!

No próximo post eu explico o que você deve fazer se isso já aconteceu (o registro do filho… enfim, você entendeu).

Behind the Scenes:

Neste post eu aproveito para fazer uma homenagem (através da imagem que usei como ilustração) ao fantástico ator, Gene Wilder, que tem sua imagem reproduzida no Facebook todos os dias, mas poucos sabem quem ele é ou por onde anda, então incluo uns links interessantes:

Aqui tem um link para o R7 que fez uma seção de fotos com imagens do elenco do filme na época do lançamento e fotos atuais, 41 anos depois, e tem aquele famoso “por onde anda” – é imperdível!

Neste outro link, você pode comprar uma versão remasterizada em Blue Ray do filme de 1951 (infelizmente não é jabá, não vou ganhar 1 centavo, mas você pode matar a saudade ou mostrar pros seus filhos/netos um filme maravilhoso).

E no Mercado Livre eu encontrei um box comemorativo dos 40 anos do filme, tem um gift box com vários itens, uma revista com fotos do filme e até um “Golden Ticket”, não “indico” porque não sei nada do vendedor, mas só de olhar as imagens quase chorei… Se você tem a minha idade e viu o filme quando criança olha lá e me diz depois se não deu um nó na garganta.

Pra finalizar a homenagem, a página do IMDB, com a biografia de Gene Wilder.

Agora, quando você vir uma daquelas fotos dele no Facebook, já sabe quem é.

0
  Leia também

Add a Comment